fbpx

Os cinco elementos da inteligência emocional

A inteligência emocional é a habilidade que possibilita ao indivíduo fazer escolhas assertivas em direção aos seus objetivos através do reconhecimento das suas emoções e as dos outros equilibrando a razão e a emoção.

Você sabe quais são os cinco elementos da inteligência emocional? Segundo Daniel Goleman, autor do livro “Inteligência Emocional: a teoria revolucionária que redefine o que é ser inteligente”, essa soft skill tem 5 pilares, sendo 3 deles referentes a como eu me relaciono comigo mesmo (intrapessoais) e os outros 2 focados na minha relação com os outros (interpessoais).

PILARES INTRAPESSOAIS – EU COMIGO MESMO

1) Autoconsciência

A frase “Conheça-te a ti mesmo” já estava gravada na entrada do templo de Apolo, na cidade grega de Delfos, no século IV a. C. Reconhecer nossos sentimentos e emoções, a ponto de conseguir nomeá-los, é o primeiro pilar essencial para desenvolver a Inteligência Emocional. Por exemplo, quando você está ansioso, consegue identificar essa emoção e o que gerou a gerou? Isso se chama autoconhecimento. Você está dedicando tempo para você mesmo se conhecer melhor?

2) Gestão das emoções / Autocontrole

Depois de tomar consciência das suas emoções e sentimentos, chega o momento de fazer o “gerenciamento” do nosso pensamento e comportamento. Isso compreende como enxergamos / interpretamos cada situação e como reagimos. Exemplo: Quando alguém me dá feedback e eu fico magoado. Como posso me comportar de outra forma? Posso buscar entender as consequências do que fiz, olhar pela ótica da outra pessoa, escrever como estou me sentindo e depois conversar com ela sobre isso…

Essa são algumas ações que ajudam a lidar melhor com o momento atual ao invés de retrucar ou ser agressivo, o que é muito comum quando recebemos um feedback que não concordamos.

Hoje sabemos que as emoções não são controladas, pois são uma reação fisiológica a algo que estamos passando. Por isso, a expressão “gestão emocional” vem sendo mais usada em detrimento do “controle emocional”. Controlamos os nossos pensamentos e comportamentos e não as emoções.

3) Automotivação

É aquilo que nos faz bem, que nos dá o gás para seguirmos e irmos além. Precisamos ter clareza dos benefícios profissionais e pessoais que essa “ação” vai nos trazer. O que você tem feito de forma intencional para se sentir melhor? Você sabe o que te motiva?

PILARES INTERPESSOAIS – EU COM OS OUTROS

4) Empatia

Com simpatia eu te ofereço o que eu tenho. Com empatia eu pergunto “o que você precisa?” para que eu possa ajudar. Por isso que se define empatia como a “arte” (isso mesmo, uma “arte”) de se colocar no lugar do outro. Afinal, se temos dificuldade de entender o que está por trás das nossas próprias emoções e sentimentos, o que dizer em relação ao que despertou a atitude ou a reação de uma outra pessoa? Por isso, antes de julgar, pergunte e se coloque a disposição.

5) Habilidades sociais

O ser humano é frágil como indivíduo e forte como sociedade. Então, é fundamental trabalharmos as nossas relações interpessoais para conquistarmos os nossos objetivos e sermos felizes. Você tem investido tempo com seus colegas de trabalho, família e amigos? Como estão as suas interações sociais?

Nenhum comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.